AJURIS e direção da AMB promovem encontro com associados gaúchos

Publicado em: 28-junho-2018

O tradicional almoço dos aposentados realizado na AJURIS, nesta quinta-feira (28/06), contou com a presença da direção da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). Jayme de Oliveira, presidente da AMB; o coordenador da Justiça Estadual, Frederico Mendes Júnior; a vice-presidente Institucional, Renata Gil de Alcantara Videira; e o vice-presidente de Assuntos Legislativos, Jerson Moacir Gubert, participaram do almoço oferecido pela AJURIS para também conversar, de modo mais informal, sobre as questões pertinentes aos magistrados aposentados.

Na abertura, a presidente da AJURIS, Vera Deboni, deu as boas-vindas aos convidados, falando da imensa satisfação de receber a direção da AMB “na nossa casa”. A presidente aproveitou o momento para também prestar uma homenagem ao desembargador aposentado Tael Selistre pelo seu empenho em todo o processo que culminou com a definição do pagamento das URVs. “O trabalho foi de todos, foi um trabalho profundo para conseguirmos aquilo que era de interesse de todos. A AJURIS sabe que estou sempre à disposição”, comentou o magistrado.

Relato da atuação

O presidente da AMB falou da importância de momentos como o do almoço com os aposentados. “Temos procurado visitar todos os Estados da federação e nestas visitas fazer um encontro como esse, com os aposentados, para discutir e trazer as questões que estamos trabalhando”.

Jayme de Oliveira fez um relato da atuação da AMB, em consonância com as entidades estaduais que representa, dos processos que envolvem os ganhos dos magistrados, principalmente sobre a reposição salarial e sobre a Valorização por Tempo de Magistratura (VTM), duas pautas que estão paradas no Congresso Nacional e STF. O presidente da AMB ressaltou que as atenções acabaram se voltando para o pagamento do auxílio-moradia e sua atual situação após as reuniões da Câmara de Conciliação da Advocacia Geral da União. O presidente da AMB deixou claro que existem dois caminhos neste processo: o de uma proposta de reposição salarial ainda a ser negociada com o STF e a concessão do VTM (que já haviam sido colocadas para a AGU desde as primeiras reuniões), mas ambas esbarram na dificuldade de uma aprovação antes do término do período eleitoral.

“Político nenhum em véspera de eleição, buscando reeleição, vai aceitar votar aumento salarial. Na nossa visão, isso só pode ocorrer após o processo eleitoral”, comentou o presidente da AMB. “O presidente do Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, vai procurar a ministra Cármen Lúcia e o ministro Dias Toffoli (próximo presidente do STF) para construir um acordo que passe pelo Congresso Nacional e que, de alguma maneira, preserve o pagamento do auxílio-moradia para que ele seja absorvido por essas verbas adicionais”, comentou Jayme de Oliveira.

“Posso afiançar aqui para vocês que a entidade nunca se descuidou dos assuntos dos aposentados. Posso falar por todos os presidente das associações: a preocupação é de todos e é permanente. O quadro é que de difícil solução. Se fosse fácil já teria sido feito”, disse o presidente da AMB, que também ressaltou a necessidade de um discurso único em torno dos pleitos das associações.

Frederico Mendes Júnior reforçou as palavras do presidente da AMB e falou sobre a  unificação da magistratura nas questões remuneratórias, em todas as frentes. “Talvez o maior desafio associativo desse momento seja garantir a paridade e vitaliciedade efetivas, não apenas o que está na Constituição”, comentou o dirigente.

Encontro com magistrados ativos e pensionistas

Após o almoço, a direção da AMB também participou de um bate-papo, realizado no auditório da Escola Superior da Magistratura, com os magistrados ativos e pensionistas. Da mesma forma, foram discutidos temas como auxílio-moradia, defesa das prerrogativas dos aposentados e o fortalecimento do vínculo com as pensionistas, além das perspectivas com a posse do ministro Dias Toffoli, que assume o Supremo Tribunal Federal (STF) em setembro deste ano.

Ao encerrar o encontro, a presidente Vera Deboni agradeceu a disponibilidade do presidente da AMB em vir até o Rio Grande do Sul e reforçou o compromisso de uma atuação conjunta entre AJURIS e a associação nacional. “Se no passado nós tivemos em lados opostos no pleito eleitoral, isso não interfere na atual condução dos trabalhos. Assim como nós apoiamos a direção eleita da AMB, também sei que a AMB apoia a direção eleita da AJURIS. Tenho certeza que nós vamos continuar trabalhando em conjunto na defesa das prerrogativas dos nossos associados”, destacou Vera Deboni, ressaltando o apoio da associação nacional na recente vitória no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com o processo envolvendo a URV.

“Nós somos gratos a essa parceria e, principalmente, ao cuidado que a AMB tem em sempre nos ouvir sobre as demandas da esfera estadual. Essa é uma ação importante que nós precisamos destacar”, frisou a magistrada.

A visita da direção da AMB foi acompanhada pelo vice-presidente Administrativo da AJURIS, Orlando Faccini Neto; pelo vice-presidente de Aposentados, Felipe Rauen Filho e pelo diretor da Escola da AJURIS, Jayme Weingartner Neto. Também prestigiaram o encontro, o diretor do Departamento de Aposentados, Angelo Giannakos; a diretora de Pré e Pós Aposentadoria, Elaine Harzheim Macedo; os diretores do Departamento Extraordinário da Defesa das Prerrogativas dos Aposentados, João Ricardo dos Santos Costa e Nelo Ricardo Presser; a diretora do Departamento de Pensionistas, Beatriz de Vasconcellos Martins; o subdiretor do Departamento de Assuntos Previdenciários, Cláudio Luís Martinewski; a diretora de Imóveis, Geneci Ribeiro de Campos; e o ex-presidente da AJURIS, Gilberto Schäfer, entre outros.

Confira as fotos: 

 

Departamento de Comunicação
51 3284.9125
imprensa@ajuris.org.br

Be Sociable, Share!

Menu

Notícias em Destaques