AJURIS e União Gaúcha atuam em defesa do futuro do IPE-Saúde

Publicado em: 13-março-2018

Em reunião realizada na segunda-feira (12/3), a União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública do RS deliberou pela atuação efetiva durante as votações do PL 211 e PLC 212, que tratam do futuro do IPE-Saúde, na Assembleia Legislativa. O objetivo é que as 25 emendas construídas pelo colegiado, com participação da AJURIS, sejam apreciadas pelo Plenário, que tem sessão agendada para esta terça-feira (13).

Durante a reunião, presidida pelo desembargador Cláudio Luís Martinewski, membro do Departamento de Assuntos Previdenciários da AJURIS e recém eleito pelo colegiado, foram destacados pontos importantes que preocupam as entidades. Entre as principais reivindicações, segundo o magistrado, estão a manutenção da composição do Conselho Deliberativo do Instituto, com a participação efetiva da UG, e a contrariedade a qualquer forma de co-participação pela prestação de serviço ambulatorial e hospitalar.

Também preocupam as entidades, a perda de bens imóveis do IPERGS e o risco da privatização do plano de saúde. “O Estado está se apropriando do patrimônio público, construído ao longo dos anos pelos contribuintes do IPE, sem que antes discuta sequer a dívida recente e histórica existentes com o IPE-Saúde”, destacou Martinewski em nota divulgada pela União Gaúcha.

A AJURIS, junto com os demais integrantes da UG, estará presente na sessão Plenária desta terça-feira (13), a fim de dialogar com os deputados e assegurar a aprovação dos projetos sem os devidos prejuízos aos segurados e Magistratura. A reunião da UG desta segunda-feira (12) também foi acompanhada pela presidente da Associação, Vera Deboni.

 

Departamento de Comunicação
Imprensa AJURIS
51 3284.9125
imprensa@ajuris.org.br

Be Sociable, Share!

Menu

Notícias em Geral