Empossada nova diretoria da AJURIS

Publicado em: 5-fevereiro-2018

Biênio 2018/2019 na associação terá a juíza Vera Deboni como presidente

A AJURIS já tem nova diretoria para a gestão 2018/2019. A posse aconteceu no final de tarde do último dia 1º de fevereiro, em cerimônia realizada no auditório do Foro Central II e contou com a presença de diversas autoridades, integrantes do Judiciário e imprensa.

A associação, que congrega e representa a magistratura gaúcha, será comandada, pela segunda vez em seus 73 anos de história, por um mulher. A juíza Vera Deboni é a nova presidente da entidade, tendo Orlando Faccini Neto, como vice-presidente Administrativo; Cristiano Vilhalba Flores, vice-presidente de Patrimônio e Finanças; Madgéli Frantz Machado, vice-presidente Cultural; Patrícia Antunes Laydner, como vice-presidente Social; e Felipe Rauen Filho, como vice-presidente de Aposentados.

Antes da posse, Vera Deboni recebeu o abraço de amigos, membros do Judiciário e de parlamentares, como a senadora Ana Amélia Lemos, que mesmo não podendo permanecer na cerimônia de posse, fez questão de trazer os cumprimentos a nova presidente da AJURIS. O secretário de Segurança Pública do RS, Cézar Schirmer, também compareceu à cerimônia.

Gratidão e compromisso

Em seu discurso de posse, aberto com uma citação do escritor José Saramago sobre a responsabilidade, a nova presidente falou da vocação da AJURIS na defesa da democracia e dos muitos nomes que ajudaram a construir sua história, em especial o seu antecessor, Gilberto Schafer. ”Dever de respeito e gratidão impõe citação especial ao colega que hoje se despede. O Gilberto foi um comandante exemplar da magistratura gaúcha. Culto, ponderado e de um impecável agir democrático, terá seu nome marcado na história da AJURIS como um verdadeiro líder, lutador e agregador”, disse a magistrada. Vera Deboni também ressaltou o trabalho dos demais vice-presidentes e diretores que estão se despedindo da gestão.

Vera Deboni reafirmou o compromisso da AJURIS como uma entidade que defende não apenas as questões diretamente ligadas ao associativismo, mas que busca, como em sua gênese, um Judiciário forte que tem, como consequência, uma sociedade mais segura. “Como melhorar os meios para o alcance do bem-estar social é o principal desafio que devem ter os administradores públicos e as lideranças em geral. Isso é responsabilidade de todos e, com ênfase, da AJURIS’’, afirmou a presidente. 

“A AJURIS, sempre vocacionada para a defesa da democracia e das práticas republicanas, foi construída por inúmeros colegas, cada um obtendo conquistas e avanços conforme exigido no tempo em que foram os atores da história da entidade. Essa atuação sempre profícua deixou a cada um de nós, agora empossados, a imensa responsabilidade de dignificar o legado e a história da nossa associação e de avançar”, completou a presidente.

Afirmação da autonomia e necessidade de equilíbrio

A nova presidente da AJURIS, que possui larga experiência associativa, também falou sobre o momento em que vive o Judiciário, que é constantemente provocado a decidir questões envolvendo a moralidade pública, tocando também em bandeiras defendidas pela AJURIS. “O trabalho do Judiciário e das instituições que o provocam a agir parece não ter fim… Não faltam alternativas de abalar a autonomia administrativa e financeira dos tribunais e de ferir os pilares das garantias da magistratura mediante proposta falaciosas, entre elas, a Reforma da Previdência, vendida como uma solução para todos os males do país que atingirá danosamento muitos brasileiros independente da condição social e econômica”, discorreu Vera Deboni.

“Queremos manter a AJURIS voltada para os interesses da magistratura, não só corporativos como também institucionais, mas, ao mesmo tempo, lutar pelo bem comum e pelo fortalecimento do Estado Democrático de Direito”, completou a nova presidente que também se referiu à necessidade de uma imprensa livre e responsável dentro dos conceitos desse Estado.

Despedida de um líder

Gilberto Schäfer se despediu da presidência da AJURIS com a certeza de que sua missão, e daqueles que o acompanharam na gestão, foi devidamente  cumprida.

“Sinto-me, pessoalmente, como em uma maratona em que cheguei ao final da corrida. Não foi uma corrida fácil. Foi uma corrida com vários obstáculos, mas o verdadeiro sentimento é o de que não corria sozinho. Corríamos juntos. Por isto, o verbo é agradecer! Agradeço aqueles que vivenciaram este momento e co-dirigiram a associação, incentivaram, torceram, debateram. A todos que foram AJURIS”, foram suas primeiras palavras nesta despedida.

O agora ex-presidente Gilberto Schäfer falou também sobre as lutas de sua gestão, as conquistadas, como o Duodécimo e algumas ainda em andamento, como o desafio de impedir o desmonte da Previdência e a reestruturação do IPERGS: “Foi uma gestão de vários embates. Externos e internos. Os embates que tivemos, e não foram poucos, inclusive com Poderes, foram travados com civilidade e espírito democrático, sem, jamais, ignorar o primado da respeitabilidade nas interlocuções, um traço histórico da AJURIS”, completou. A autonomia e o fortalecimento do Judiciário também foi pauta do seu discurso.

Por fim, Gilberto Schäfer deixou claro a competência da nova presidente da AJURIS: “Nestes dois anos, pude acompanhar a sua capacidade de liderança, o seu cuidado nas questões associativas, nos eventos. No acolhimento, especialmente dos colegas que necessitavam de apoio. Vi a Verinha construir alternativas e dar suporte. A AJURIS será a expressão da nossa voz. Não em amenidades. Em contraposição dura aos que querem solapar  a nossa autonomia e independência”, concluiu o magistrado.

Também compuseram a mesa da cerimônia de posse, o presidente do Tribunal de Justiça, Carlos Eduardo Zietlow Duro; o  Procurador-Geral do Estado, neste representando o governador do Estado, Euzébio Fernando Ruschel; o deputado Jeferson Fernandes, representando a Assembleia Legislativa do Estado;  o procurador-geral de Justiça do Estado, Fabiano Dallazen; o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Paulo de Tarso Sanseverino; o Defensor Público Geral do Estado, Cristiano Vieira Herdt; a presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4º Região, Vania Maria Cunha Matos; o presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Valter Nalgstein; o diretor do Foro da Comarca de Porto Alegre, Amadeo Henrique Ramella Buttelli; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Iradir Pietroski; o vice-presidente do Tribunal Militar do Estado, neste ato representado por Fabio Duarte Fernandes; o vice-presidente de Assuntos Legislativos da AMB e membro empossado do Conselho Deliberativo da AJURIS, Jerson Moacir Gubert; e o presidente, em exercício, da Ordem dos Advogados do Brasil na seccional do Rio Grande do Sul, Luiz Eduardo Amaro Pellizzer.

 

Confira o vídeo da posse da nova diretoria da AJURIS
www.facebook.com/ajuris.magistraturars

 

NOVA DIRETORIA DA AJURIS

Conselho Executivo:

Vera Lúcia Deboni – Presidente
Orlando Faccini Neto – Vice-Presidente Administrativo
Cristiano Vilhalba Flores – Vice-Presidente de Patrimônio e Finanças
Madgéli Frantz Machado – Vice-Presidente Cultural
Patrícia Antunes Laydner – Vice-Presidente Social
Felipe Rauen Filho – Vice-Presidente de Aposentados

Escola da AJURIS:

Jayme Weingartner Neto – Diretor
Roberto José Ludwig – Vice-Diretor

Conselho Fiscal:

Fabio Vieira Heerdt
Adão Sérgio do Nascimento Cassiano
Leandro Figueira Martins

Conselho Deliberativo:

Angelo Maraninchi Giannakos
Jocelaine Teixeira
Alexandre Kreutz
Henrique Osvaldo Poeta Roenick
Joseline Mirele Pinson de Vargas
Roberto Laux Junior
Suélen Caetano de Oliveira
Leoberto Brancher
Mauro Peil Martins
Flavio Bernardo Jeckel
Alberto Delgado Neto
Jaime Alves de Oliveira
Michele Soares Wouters
Niwton Carpes da Silva
Jerson Moacir Gubert

 

Confira a galeria de fotos: 

 

Departamento de Comunicação
Imprensa AJURIS
51 3284.9141
imprensa@ajuris.org.br

 

Be Sociable, Share!

Menu

Notícias em Destaques