Carlos Eduardo Duro é eleito presidente do TJRS para o biênio 2018/2019

Publicado em: 4-dezembro-2017

O desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro foi eleito presidente do Tribunal de Justiça (TJRS) para o biênio 2018/2019, com 83 votos.  As eleições para a Administração da Corte ocorreram na tarde desta segunda-feira (4/12), e a Direção da AJURIS acompanhou a votação no Plenário Ministro Pedro Soares Muñoz, do TJRS.

Também foram eleitos: 1ª vice-presidente, Maria Isabel de Azevedo Souza, com 84 votos; 2° vice-presidente, Almir Porto da Rocha Filho, com 88 votos;  3º vice-presidente, Túlio Martins, por aclamação; e a corregedora-geral da Justiça, Denise Oliveira Cezar, com 80 votos.

Segunda colocada na votação eletrônica, com urnas cedidas pela Justiça Eleitoral, a desembargadora Liselena Schifino Robles Ribeiro recebeu 50 votos. 

O presidente da AJURIS, Gilberto Schäfer, e o vice-presidente Social, Max Akira Senda de Brito, acompanharam a votação e destacaram a importância e o papel da nova Direção do TJRS na defesa de um Judiciário forte e com uma jurisdição cada vez mais efetiva para a população.

Após a homologação da eleição da nova Administração do TJRS, os desembargadores escolheram os magistrados que vão compor a parte eleita do Órgão Especial, que é composto por 25 membros, distribuídos da seguinte forma: 13 membros natos/antiguidade; 12 membros eleitos, entre eles os cinco integrantes da Direção; e 11 membros suplentes.

Confira os eleitos:

Magistrados de Carreira

  • Matilde Chabar Maia – titular
  • Eduardo Uhlein – titular
  • Marilene Bonzanini – titular
  • Ricardo Torres Hermann – titular
  • Tasso Caubi Soares Delabary – titular
    Suplentes: Otávio Barcellos, Ney Wiedemann, Honório Gonçalves da Silva Neto, Mário Crespo Brum, Irineu Mariani, Marco Aurélio Heinz, Luís Augusto Coelho Braga e Dálvio Teixeira.

Membros do MP

  • André Luiz Planella Villarinho
  • Ângela Brito
    Suplente: João Batista Marques Tovo

Membro da OAB

  • Glênio José Wassertein Hekman
    Suplente: Gelson Rolim Stocker

 

Currículo Carlos Eduardo Zietlow Duro

*Atual 1º Vice-Presidente do TJRS, na gestão 2016/2018

*Formado pela PUC/RS em julho de 1984. Exerceu a advocacia desde a formatura
até a posse como Juiz de Direito, que ocorreu em 05/09/86.

*Jurisdicionou as Comarcas de Panambi e São Francisco de Assis.

*Promovido por merecimento para as Comarcas de Candelária em março de 1989,
Alvorada (1ª Vara Judicial) em outubro de 1989 e Porto Alegre, em agosto de 1992.

*Na Capital atuou no Projeto Conciliação (Cível e Família). Foi titular da 5ª Vara
Cível, 1º Juizado; 10ª Vara Cível, 1º Juizado e 4ª Vara da Fazenda Pública, 1º
Juizado, além de ter atuado como Juiz de Direito convocado do Tribunal de Justiça
na 2ª Câmara de Férias e 1ª Câmara Especial Cível.

*Foi Juiz Eleitoral da 1ª Zona Eleitoral de Porto Alegre, bem como Coordenador
Administrativo das Zonas Eleitorais da Capital.

*Promovido por merecimento ao cargo de Desembargador no Tribunal de Justiça do
Estado, tomando posse em 25/03/2002.

*Atuou na 1ª Câmara Especial Cível; 12ª Câmara Cível e foi membro da 22ª Câmara
Cível de outubro de 2004 até 03/02/2016.

*Membro eleito do Órgão Especial do TJRS para os biênios 2012/2014; 2008/2010 e
ano de 2007, tendo sido eleito como membro suplente em 2006.

*Presidente do Conselho de Informática Judiciária, CONINF, nas Gestões
2010/2012; 2008/2010 e 2006/2008.

*Membro do Comitê de Liderança do Programa de Virtualização Processual do
Tribunal de Justiça do Estado, período 2011/2012.

*Membro da Comissão de Concurso para Juiz de Direito na Gestão 2006/2008 e
examinador de Direito Empresarial das provas orais do respectivo concurso.

*Elaborou o programa vigente de Direito Empresarial, bem como de Direito
Administrativo e Direito Tributário, utilizados em vários concursos de Juiz de Direito.

*Membro da Comissão de Racionalização na Gestão 2004/2006.

*Membro da Comissão de Supervisão de Estágios na Gestão 2010/2012.

*Membro da Comissão de Supervisão de Serviços Voluntário do 2º Grau na Gestão
2010/2012.

*É Presidente do Conselho de Gestão de Pessoas; do Conselho de Política Salarial;
do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos; do
Núcleo de Gerenciamento de Precedentes; da Comissão de Direitos Humanos e da
Comissão de Promoções de Magistrados.

 

Fotos:

 

Departamento de Comunicação
Imprensa AJURIS
(51) 3284.9107
imprensa@ajuris.org.br

Compartilhe:

    Menu

    Notícias em Destaques