Magistrado defende dissertação focada no tribunal permanente do Mercosul

Publicado em: 10-maio-2017

O magistrado Cristiano Vilhalba Flores defendeu, na quinta-feira (4/5) no Salão Nobre da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) a dissertação de Mestrado “Do controle de convencionalidade à harmonização jurídica: A legitimidade do particular em postular opiniões consultivas ao tribunal permanente de revisão do Mercosul”.

Participam da Banca Examinadora os professores doutores Augusto Jaeger Junior, orientador, Alejandro Daniel Perotti, Claudia Lima Marques e Luciane Klein Vieira, que atribuíram nota dez ao estudo, correspondente ao conceito “A”. A Banca, também, recomendou a publicação do trabalho. “Comecei o Mestrado em março de 2015, após participar do processo seletivo da UFRGS”, conta o juiz de Direito. “Agora, a partir das observações feitas pelos examinadores, vou fazer os ajustes necessários e tentar publicar esta dissertação. Depois, talvez, pensar em continuar o trabalho com uma tese de Doutorado”, avalia Flores.

 

Departamento de Comunicação
Imprensa AJURIS
51 3284.9120
www.ajuris.org.br

Be Sociable, Share!

Menu

Notícias em Geral